segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

CALM MUSIC

.
video
.
Jami Sieber
"In the Silence", do album "Hidden Sky"
.

CAMILA BEVILLAQUA

.
.

DE LOUCOS!

.
.
O aramista Freddy Nock caminha sobre o cabo do teleférico de Corvatsch, na Suíça, para descer do topo do monte, a 3.303 metros de altitude, até à base (29 JAN 2011).
.

A DÍVIDA DITA SOBERANA

.
.
Ainda há humor no meio das dificuldades, Deus seja louvado. O Instituto Europeu e o Instituto de Direito Financeiro, Económico e Fiscal da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa organizaram um ciclo de conferências, para hoje e amanhã, intitulado “Portugal 2011. Vir o Fundo ou ir ao fundo?”. Inspirado título!

O antigo ministro das Finanças Silva Lopes, falou hoje e não tem dúvidas: "Eu estou convencido de que sem ajuda externa Portugal não consegue resolver os seus problemas”, disse. Quanto ao financiamento da dívida nos moldes actuais, acha que “é insustentável o nível dos juros e não sabemos quem está a comprar”.

Alguém tem de explicar direitinho se há  negociações sigilosas, e o que se passa se há, na venda de dívida que já foi soberana - agora não sei.
.

VÍDEO MACHISTA

.
video
.
Sem comentários
.
(Colaboração de António Pedro Fonseca)
.

THE GAME IS OVER

.
.
O capitão do exército egípcio Ihab Fathi é levado aos ombros dos manifestantes.
.
Hosni Mubarak pode pôr as barbas de molho: as forças armadas publicaram um comunicado à nação onde dizem que “não recorrerão à força contra o nosso grande povo” e que “estão atentas à legitimidade das vossas exigências e dispostas a assumir a responsabilidade de proteger a nação e os cidadãos”; e ainda que “a liberdade de expressão, através de meios pacíficos, será garantida a todos”.

Entretanto, Mubarak, como é vulgar com ditadores, ainda não percebeu bem qual é o verdadeiro problema. Longe de dar sinal de abertura, provavelmente inútil, acredito, reforçou o governo para reprimir melhor e mais eficientemente as turba amotinada. É a gasolina a apagar o incêndio – clássico!

Mas o pior vem da América. O amigo americano pede transição, ou seja, diz goodbye Hosni; o mesmo que "servias até agora, mas já não serves". Parafraseando Roosevelt a respeito de Somoza: "Mubarak is a son of a bitch, but he was their son of a bitch". Not anymore. The game is over.
.

À ATENÇÃO DO DR. SOARES

.
.
É esta incapacidade de controlar a despesa que mata a credibilidade junto dos especuladores ("bandidos") dos mercados.
...

O ENGENHO

.
.

DESCALÇO E DE BARAÇO AO PESCOÇO

.
.
.
O PSD fez hoje uma afirmação surpreendente pela voz do presidente do seu grupo parlamentar. Surpreendente, inesperada e injusta!

Diz o título da notícia da Lusa: “PSD acusa Sócrates de mentir”.

Não pode ser! Luta política é luta política, nós sabemos; mas alguém já surpreendeu o primeiro-ministro a faltar à verdade, ou à palavra dada? Ninguém... Nunca... Miguel Macedo tem de reflectir antes de dizer coisas assim. Medir as palavras, aí está. Se por acaso interpretou algum facto que o leva a fazer afirmação desta gravidade e sem precedentes, deve explicar aos portugueses, porque estes põem a mão no fogo pela palavra do seu primeiro-ministro. Sócrates é homem de uma palavra só. No dia em que faltar à dita, vê-lo-emos entrar na Casa da Democracia, descalço e com um baraço ao pescoço, para colocar a vida ao dispor do povo portucalense. Não falha!

domingo, 30 de janeiro de 2011

CALM MUSIC

.
..
.
Joseph Akins: Spirit Touch
.

OLHÁ DÍVIDA!

.
.
O FMI nem precisa de vir, porque já cá está. Veio no dia em que o Governo e o PSD aprovaram o Orçamento-2011.
E veio para ficar.
.
Daniel Amaral
.
(In "Diário Económico")
.

A LIÇÃO

.
.
Difícil!
.

ISABELA CASANOVA

.
.

CAQUEXIA E PASSAMENTO NA ADMINISTRAÇÃO INTERNA

.

.
Face à trapalhada decorrente da cangalhada do cartão do cidadão, Marcelo Rebelo de Sousa acha que Rui Pereira, Ministro da Administração Interna e piloto de kart, “enfiou o carapuço” quando pediu desculpa aos eleitores pela borrada do Domingo passado e devia dar de frosques. “Se houver remodelação devia sair, se não houver remodelação é um ministro muito enfraquecido numa pasta fundamental do Governo", afirmou na TVI.

Pedindo desculpa a Marcelo porque não tenho estudos para o corrigir, em minha opinião o ministro já não pode enfraquecer mais do que está: politicamente, depois de tudo o que tem protagonizado, culminando na cena dos blindados da polícia, está em estado de caquexia. Como pode enfraquecer ainda? A fase a seguir é o passamento. Passamento político, claro está; porque o vital só nalgum acidente de kart...eh,eh,eh...
..

GANDHI DIXIT

.
A regra de ouro consiste em rejeitar resolutamente a posse daquilo que milhões de pessoas não podem ter. Essa capacidade de rejeição não se alcançará repentinamente. A primeira coisa a fazer é cultivar a atitude mental de não ter bens ou propriedades negadas a milhões de pessoas, e depois disso temos de reordenar a nossa vida o mais rapidamente possível de acordo com essa mentalidade.

.
.

PENSAMENTO POLICIAL

.
Uma jornalista perguntou a um coronel do BOPE (polícia de elite do Rio de Janeiro) se seria capaz de perdoar os traficantes que derrubaram o helicóptero da Polícia Militar, matando 3 polícias.

A resposta foi rápida:
"Eu creio que a tarefa de perdoá-los cabe sempre a Deus. A nossa tarefa é a de promover esse encontro..."
.

GRAÇAS QUE CIRCULAM NA NET

.
..

ATRACÇÃO PELO ABISMO

.


-
As belas imagens em cima são do chamado Trilho de Hashuan, na China. Hashuan é uma das montanhas sagradas do País, situada a 120 quilómetros da cidade de Xian, na província de Shaani. Apreciada pela beleza da paisagem e pelos templos taoistas, tem como principal atracção o trilho que leva ao cume, desafio perigoso para gente aventureira, muitas vezes fatal. É isso, exactamente, que atrai a juventude.
.
(Colaboração de Francisco Carvalho)
.

sábado, 29 de janeiro de 2011

CALM MUSIC

.
.
Romanza
..

LONDRES VITORIANA

.
"Como sabem, Londres só é habitado desde os começos de Maio até aos primeiros dias quentes de Agosto. O resto do ano, Londres é a caída Palmira ou a tenebrosa planície do deserto da Petreia. Ficam lá, é verdade, entre três a quatro milhões de humanidade: mas é uma humanidade subalterna, feita de barro vilão, sem valor social em Inglaterra: é a humanidade que não tem castelos, nem parques de três léguas, nem o seu nome no Livro de Ouro, nem iates de luxo para bordejar nas costas da Escócia; é a humanidade que não tem nas artérias o famoso sangue normando, esse sangue invejado, mais precioso que o de Cristo, cantado por todos os poetas da corte, e que foi importado pelos brutamontes cobertos de ferro e peludos como feras que acompanharam a essas ilhas Guilherme da Normandia. E enfim a humanidade que Carlos Stuart, o Bem Amado, chamava a canalha, e que o grande sacerdote da Bela Helena, o pobre Offenbach, designava, com tanto critério, pelo nome de vil multidão – é o trabalhador, o artífice, o artista, o professor, o filósofo, o operário, o romancista, tudo o que pensa, cria e produz.

É esta fresca ralé que fica em Londres: de modo que apenas a humanidade superior, os dez mil de cima, como aqui tão pitorescamente se diz, partem para os seus castelos, as suas vilas à beira-mar, ou os seus iates – Londres, apenas habitada pela turba abjecta, torna-se sobre a face da Terra como a lamentável Cacilhas. Nenhum gentleman que se respeite e queira manter o seu bom nome social ousaria confessar que esteve em Londres em Janeiro: correria o risco de ser tomado por um tendeiro, ou, pior, por um filósofo, um poeta, um desses seres rastejantes, vis como o lixo, sem castelo e sem matilha de cães, que nenhuma lady quereria ter no seu «rol de visitas».

Se um gentleman, tendo negócios instantes em Londres, é forçado a vir a este deserto de plebeus, guarda um incógnito severo; não chegará talvez a pôr barbas postiças; mas só se arrisca pelas ruas no fundo escuro de um cupé com os estores descidos, e o paletó rebuçando-lhe a face. Todavia uma aventura tão poderosa poucos a ousam!"
.
Eça de Queirós in "Cartas de Inglaterra"
.

REQUIESCAT IN PACE

.
.

PODIUM: RAMSÉS II - BASHA - MUBARAK

.
.
.
Hosni Mubarak é o terceiro dos chefes de estado que mais tempo governaram o Egipto, logo a seguir a Mohamad Ali Basha e ao Faraó Ramsés II. Hoje recebeu uma mensagem conjunta de David Cameron, Nicolas Sarkozy e Angela Merkel:
We call on President Mubarak to avoid at all costs the use of violence against unarmed civilians, and on the demonstrators to exercise their rights peacefully.

Veremos...
.

MEDIOCRIDADE E FALTA DE SENSO

.
.
Sócrates é o caso típico de notória falta de senso e auto-crítica, de perigoso irrealismo, e de determinação em sobreviver no pântano que criou, para usar uma imagem cara aos socialistas. Ontem, ou hoje, não interessa, foi a Braga inaugurar melhoramentos numa escola e levou a trombeta, como habitualmente. E que soprou Sócrates? Aí vão umas pérolas: “Aqui está o grande projecto nacional. Esta época vai ficar marcada pela aposta na educação"; “Este é um projecto de muita ambição para o país e é a aposta maior na educação de que há memória”; "Essas escolas eram espaços que tinham ficado para trás no processo de desenvolvimento do país"; e ainda, "Mostra-me a tua escola, dir-te-ei que nível de desenvolvimento tens".

Catita a conversa! Megalomania misturada com pelintrice, pensamento pífio e mediocridade. Muita!... Deus nos acuda enquanto é tempo
.

A REVOLTA

.
.
Cairo, hoje
.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

O DIAGNÓSTICO

.
No Domingo, houve problemas nas mesas eleitorais decorrentes da existência do cartão do cidadão e da consequente mudança de número de eleitor. Alguns cidadãos não votaram por isso. A oposição ataca o governo e pede a demissão do Ministro da Administração Interna. Debate aceso no Parlamento até que o inefável Assis, por seu indiscutível mérito Presidente do Grupo Parlamentar do PS, põe as coisas no seu lugar, segundo conta a comunicação social: "Quando há um problema, a culpa é do Governo; quando há crise, a culpa é do Governo", lamentou o líder da bancada socialista, numa crítica ao alegado "pessimismo radical" das forças da oposição.
Pessimismo radical, sim senhor! Se cai um raio em S. Bento, a culpa é do governo. O mesmo se chove granizo, se a temperatura baixa, se faz vento, se o lince da Malcata não acasala, ou se o ocaso perde cor. Circunstâncias imprevisíveis, incontroláveis, imponderáveis e inevitáveis, está bem de ver. Tal e qual como o cartão do cidadão. Cartão de cidadão criado por este governo tem consequência imprevisível, incontrolável, imponderável e inevitável. A oposição não vê, ou não quer ver? Não quer ver, digo eu. Sofre de pessimismo radical, como magistralmente diagnosticou Assis. Ah ganda Assis!...
..

A JANELA DISCRETA

.
.

MÚMIAS DA HISTÓRIA

.
.
O presidente egípcio anunciou hoje, Sexta-Feira, na televisão que demitiu o governo e irá dar prioridade a reformas sociais, económicas e políticas, defendendo, simultaneamente, a repressão dos manifestantes pelas forças de segurança.

Mubarak tem 82 anos, é Presidente do Egipto há 30, está com cara de quem saiu de um frasco de formol, e já teve idade para ter juízo – agora não tem pois passou essa fase. Porque persiste tal fóssil em continuar, em vez de ocupar o lugar que lhe compete, ao lado de "King Tut" no Museu do Cairo?

É clássico isto: senso na razão inversa da idade. Exemplos? Imensos! Olhem o Manuel Alegre, para referir um caso recente. Diz-se do vinho do Porto que quanto mais velho melhor, mas quem assim fala é quem o degusta. No caso vertente é o degustado que afirma. Ou pensa, o que dá no mesmo. Está a História cheia de “múmias paralíticas” iguais a Mubarak. Geralmente acabam mal.
.

IMAGENS DA HISTÓRIA

.
.
Conferência de Brazzaville, Fevereiro de 1944: o Governador-Geral, Félix Eboué, e o general de Gaulle.
.

AS "ANEDOTAS" DE ARISTÓTELES

.
.
Aristóteles (384-322) foi cientista, filósofo e tutor de Alexandre, o Grande. Num dos seus trabalhos menores, Aristóteles tenta, com surpreendente ingenuidade, estabelecer uma correlação entre a natureza física e a natureza moral dos seres vivos, e fornece-nos evidências sobre a raça egípcio-etíope que confirmam o testemunho de Heródoto. Segundo Aristóteles, “Aqueles que são muito negros são covardes, como, por exemplo, os egípcios e os etíopes. Mas os excessivamente brancos também são covardes, como podemos ver pelo exemplo das mulheres; a coloração da coragem está entre o negro e o branco”.

In “História Geral da África”, edição em português da UNESCO

Boa piada! As mulheres são brancas e covardes e os homens negros, v.g. egípcios e etíopes, idem aspas. O ideal é o café com leite! Provavelmente com meia torrada.
.

À VARA!...

.

.
...eh, eh, eh...
..

EDUARDO GAGEIRO

.
.
António de Spínola
.

RECORDAR

.
.
Aproximadamente 50 cêntimos.
...eh, eh, eh...
.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

OS GRANDES VELEIROS

.
.
.
NRP "Sagres"
.
O N.R.P. "Sagres" foi construído, em 1937, nos estaleiros Blohm & Voss (Hamburgo), tendo recebido o nome de "Albert Leo Schlageter". Foi o terceiro de uma série de quatro navios construídos para a marinha alemã que incluía o "Horst Vessel" (actual "Eagle" dos Estados Unidos), o Gorch Fock (actual "Tovarish" da Ucrânia) e um outro casco, nunca concluído nem aparelhado. Um quinto navio, o "Mircea", foi propositadamente construído para a marinha romena. O aparelho do navio não concluído encontra-se no actual Gorch Fock, navio-escola alemão, construído em 1958, de acordo com os mesmos planos. Este facto atesta bem o valor das qualidades náuticas dos navios construídos vinte anos antes.

Em 1945, o "Albert Leo Schlageter", danificado durante a guerra, foi capturado em Bremerhaven pelas forças americanas e posteriormente cedido ao Brasil, em 1948. Em 1962, Portugal adquire-o ao Brasil para substituir o então N.R.P. "Sagres" como navio escola da Armada. Ao serviço da Marinha Portuguesa já deu três voltas ao mundo: em 1978/9, em 1983/4 e em 2010.

Desloca 1940 t, tem 70,4 m de comprimento, 12 m de boca, e 6,2 m de calado. Além das velas, tem dois motores com um só veio. A velocidade é de 10,5 nós. Tripulação de 9 oficiais, 16 sargentos, 114 praças, e 63 cadetes.
...

DEIXEMOS CELTAS E LUSITANOS EM PAZ

.
O patriotismo português não é pois argumento a favor nem contra o problema da unidade de sangue das populações com que Portugal se formou. O jornalismo e a política podem explorar retoricamente todas as cousas, confundindo-as; mas à ciência impassível e soberana fica mal deixar-se arrastar por motivos inferiores. O patriotismo é excelente, no seu lugar. Negar que durante os três séculos da dinastia de Aviz a nação portuguesa viveu de um modo forte e positivo, animada por um sentimento arraigado da sua coesão, seria um absurdo. Essa coesão que fora ganha nas lutas e campanhas da primeira dinastia, perde-se no XVI século, por causa das consequências do império oriental e da educação dos jesuítas. Portugal acaba; os Lusíadas são um epitáfio.
.
Oliveira Martins in "História de Portugal"
.

PONTO DE VISTA

.
.

PONTO DE INTERROGAÇÃO

.
In "SOL"
.

PONTO FINAL

.


.
Este barquinho está à venda em Gibraltar. Construído nos estaleiros "Cantieri De Arno", em Italia, custou 6 milhões de euros em Abril de 2007, mas só tem 320 horas de navegação. Com 27 metros de comprimento, 5,8 de boca, 1,6 de calado, tem seis camarotes e anda à velocidade de cruzeiro de 33 nós, mas pode atingir os 42. Fazia parte da frota de cinco iates de Madoff.
Como pertenceu a esse malandro, tem pouca procura e pode o leitor aproveitar uma pechincha: vendem-no por apenas três milhões! Repare só na suite do manjerico e diga se não vale a pena investir numa coisa assim.
...

USS ENTERPRISE

.
O porta-aviões USS Enterprise está, desde ontem, fundeado ao largo de Algés, a certa distância de terra. O aparato é proporcional à dimensão da enorme nave. Com cerca de 6.000 tripulantes e 342 metros de comprimento, é o maior navio militar do mundo e foi o primeiro a ser propulsionado a energia atómica. É a oitava unidade da US Navy a receber este nome.
....
.
Os primórdios do porta-aviões, há 100 anos e 9 dias  
(Clicar na figura para ler a notícia)
.
.
O estado da arte
.
.
 Logística e turismo
..

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

PATÉTICO

.
.
A entrevista de Carlos Silvino à revista “Focus” tem dado que falar. Pode assistir a alguns excertos transmitidos na SIC, clicando na figura. Não aconselho, mas pode.

É um acontecimento patético pelo aspecto que tem de tentativa desesperada de “baralhar e dar de novo”; ou seja, de protelar um desfecho que está mais ou menos traçado. Não tenho informação pormenorizada do processo, nem seria capaz de a apreciar justamente se tivesse; mas todos os aspectos mostrados da entrevista, bem como as declarações dos advogados, cheiram a peça mal representada, com um enredo rasca e destituído de imaginação. Fica-se com a triste impressão de baixo nível geral, disponibilidade para fazer frete, falta de pudor e, sobretudo, surpreendente e inesperado recurso a meios inimagináveis por parte de algumas pessoas. .
....
Deplorável!
.

PENSAMENTO DO DIA

.
O problema de Portugal é que quem elege os governantes não é o pessoal que lê os jornais, mas quem os usa como papel higiénico!
.

ALCORAZES

.
.
Alcorazes no papo!...
O que são alcorazes?!!!
Não vem nas enciclopédias!
Mas está no Google.
.

CATEDRAL DE COLÓNIA

.
.

UMA TRAGÉDIA COMUNITÁRIA

.
...
A saloiada trágica do politicamente correcto levada à quinta-essência.
Palavras para quê?
...

MINISTRO E TROMBONISTA

.
.
O cartão do cidadão é uma daquelas pessegadas que excitam Sócrates, porque Sócrates é prá-frentex, é parolo, e acha chique criar uma coisa de plástico com cinco, ou seis, ou trinta em um. E criou. Naturalmente, com gente que conhece as coisas pela rama, caso flagrante do abençoado e querido Primeiro-Ministro de Portugal, foi tudo feito sobre o joelho, no máximo num computador "Magalhães". Os resultados medíocres menores têm passado despercebidos, como o não mencionar a naturalidade dos detentores, mas a bronca acaba sempre por chegar.

No Domingo passado, dia do funeral eleitoral da esquerda, o cartão foi abalroado e ficou com as partes pudendas expostas, o mesmo que com a fragilidade à mostra. A atribuição do dito plástico implicou a mudança do número de eleitor e o sistema não deu resposta ao problema. Pifiamente, o Director-Geral da Administração Interna veio dizer “Nós estávamos preparados para ter uma chuva intensa e tivemos uma tromba de água". Suspeito que só tiveram uma torneira a pingar mas, seja como for, deviam esperar a tromba.

Imaginem se a “tromba de água” tivesse acontecido com outro governo, por exemplo do Dr. Santana Lopes! Quem é que calava, não a tromba, mas a trompa da esquerda, especialmente o trombone do Partido Socialista? Porque, como é do conhecimento geral, o PS é o partido dos trombonistas - o Dr. Silva Pereira é o trombonista-mor: até já deformou o óstio labial de tanto  soprar no trombone.
.

FIONA JOY HAWKINS

...
.
                        Música: "Somewhere"
.                          ..

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

AVÉ SÓCRATES

.
Disse ontem que hoje era o dia do Dr. Soares “malhar” na Alemanha e na França, dada a notória falta de solidariedade de tais nações, conservadoras até à náusea. Mas esqueci que o Dr. Soares tinha de falar das eleições, naturalmente. E ainda do Magrebe e do Obama - para desancar mais um poucochinho o Bush, está bem de ver. Mas dia em que não atire uma pedra à Alemanha e outra aos mercados especuladores, não é dia para o Dr. Soares; nem que seja um grãozinho de areia, tem de fazer o gosto à mão.

Então, hoje diz assim: Blá, blá, blá... Graças à persistência do primeiro-ministro, Sócrates, e do seu ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, encontrou-se forma de moderar os mercados especulativos e de Portugal não ser associado à Grécia e à Irlanda. Do mesmo passo, impediu-se que o mecanismo de dominó funcionasse, beneficiando não só Portugal como a nossa vizinha Espanha. O que deu um impulso novo à Europa do euro, que começa a estar em ebulição, mesmo a Alemanha, e que pode mudar - assim espero e desejo - a política europeia, blá, blá, blá... Uma ternura!...

A Europa começa a estar em ebulição, mesmo a Alemanha (!!!), depois de Sócrates e Teixeira dos Santos terem vendido, com juros ruinosos, algumas obrigações “maradas” do Tesouro. A Europa jamais agradecerá a Sócrates tal feito, é uma verdade. Arranjar quem compre dívida portuguesa é obra!
..

ELS CASTELLS

.
.
Tradição da Catalunha, património imaterial da humanidade
.

BLUE DREAM

.
.
Fiona Joy Hawkins é pianista e compositora. A sua música cruza o espectro entre o clássico e o Jazz. Vencedora do "MusicOz 2008", para o melhor artista de Jazz ou clássico, do "Best Piano NAR Lifestyle Music Awards 2006", e do "Best Dance Dub/Club 2008", foi uma dos 32 finalistas de 9 países do "Indie Artist Awards".
"Blue Dreams", a música deste vídeo, dá o nome ao álbum que recebeu a melhor classificação de sempre do "New Age Reporter International Radio Charts". Toda a música da artista é muito bonita.
.

RELATIVIDADE

.
.
É tudo relativo
.

AMBIENTES

.